Santiago

(…) e correndo ao longo da costa duma delas, que nos parecia abundante em árvores, descobrimos a bôca de um rio que dela saía; e julgando que fosse de boa água aproximámo-nos da margem para nos prover dela. Desembarcaram alguns dos meus e (…) encontrámos aqui grande quantidade de tartarugas, ou seja “gajandre” à nossa maneira, das quais tomámos algumas, cujas conchas eram maiores que boas adargas; e aquêles marinheiros mataram muitas e fizeram muitas comidas, dizendo que de outras vezes tinham comido delas no Golfo de Arguim, onde também apareciam, mas não tão grandes; e digo que para experimentar mais coisas, também comi delas e pareceram-me boas, quási tanto como carne branca de vitela, tão bom cheiro e sabor tinham; de forma que salgaram muitas delas, que em parte nos foram boa munição na viagem.

Descrição de Alvise da Ca’ da Mosto, sobre a sua chegada a Ribeira Grande (actual Cidade Velha), em 1456.

 

Santiago é uma ilha onde a pressão humana sobre as tartarugas marinhas, e também sobre a areia das suas praias de postura, é muito elevada. Mas, mesmo assim, é possível observar estes magníficos acontecimentos…

veja em alta qualidade: seleccione HQ

 

achadabaleia

Actualmente, em nove praias (ver Fig. abaixo) ainda existem posturas de tartaruga-comum (Caretta caretta). Em tempos passados, eram mais de 60, distribuídas ao longo de toda a ilha! A extracção da areia, tarefa que, no presente, é ilegal, foi uma das causas importantes para o decréscimo de praias passíveis de ser usadas pelas tartarugas marinhas. Hoje, em dia,                        praia de Achada Baleia   nessas praias já não há areia, apenas calhaus…

 

santiago_praias_com_ccaretta

praias com posturas de Caretta caretta em Santiago

 

Durante muitos anos também foi intensa a captura de fêmeas reprodutoras de tartaruga-comum, em especial durante as posturas, nas praias. Felizmente, nos últimos anos, a situação tem mudado para melhor…

Há dois importantes programas de protecção:

  • em Ribeira da Prata, da responsabilidade da Equipa Técnica Municipal Ambiental do Tarrafal
  • em Praia Baixo e Achada Baleia, da responsabilidade da Universidade do Algarve (Portugal), com o apoio do Oceanário de Lisboa
  • e também na praia de São Francisco decorrem algumas actividades de protecção, levadas a cabo por particulares.

 

posturas de Caretta caretta, incubações bem sucedidas e fêmeas reprodutoras mortas, em algumas praias de Santiago, durante a época de 2007

nesting2007

 

posturas de Caretta caretta, incubações bem sucedidas e fêmeas reprodutoras mortas, em algumas praias de Santiago, durante a época de 2008

nesting2008

 

casatartarugasPara além das tartarugas-comuns adultas, machos e fêmeas, nas águas costeiras de Santiago é possível observar, com alguma frequência, imaturos de tartaruga-verde (Chelonia mydas), e, muito esporadicamente, imaturos de tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata) e adultos de tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Há registos fidedignos de que esta espécie, hoje criticamente ameaçada                     praia de Praia Baixo
de extinção, também fazia posturas nas praias de Santiago.

 

eclosao_tartaruga-0141eclosao_tartaruga-0251

 

 

actividades na praia da vila do Tarrafal

 

————————————

Para mais informações sobre Ribeira da Prata contacte:
João Soares
Equipa Técnica Municipal Ambiental do Tarrafal   (+238.266.2724   pamtarrafal@hotmail.com)

Para mais informações sobre Praia Baixo e Achada Baleia contacte:
Elson Martins
Praia Baixo
ou
Nuno de Santos Loureiro (nlourei@ualg.pt)
Universidade do Algarve – Portugal

————————————

veja em alta qualidade: seleccione HQ

 

 

esta página conta com o apoio do oceanario

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: